Supergirl | Melissa Benoist, revela ser uma sobrevivente de violência doméstica

novembro 28, 2019

[ALERTA DE GATILHO]

Melissa Benoist, a protagonista da série Supergirl, fez um relato tocante para seus seguidores ao relatar que é uma sobrevivente de violência doméstica. A atriz de 31 anos, relatou num vídeo divulgado em seu Instagram o que viveu ao lado de seu ex-parceiro.

A atual Supergirl, conta que a verdadeira face do ex-namorado surgiu cinco meses após o início da relação, quando ele começou a demonstrar comportamentos agressivos e crises de ciúmes, que resultaram em diversas lesões pelo corpo dela, como na vez em que foi atingida por um Smoothie (bebida feita com frutas) em seu rosto.

  • Em trecho do relato, a atriz diz:
"Eu sou uma sobrevivente da violência doméstica, algo que pelo qual eu nunca imaginei que iria passar, muito menos expor ao mundo dessa maneira. (…) A verdade é que me senti num cárcere e apanhei tantas vezes que perdi até o fôlego, pensei que meus ossos iriam quebrar".

Melissa diz que o agressor sempre tentava se reconciliar, apresentando as típicas desculpas, até que ela começou a revidar as agressões na tentativa de se defender. Optamos não expor os demais trechos do relato em nossa notícia por preservação da saúde mental dos nossos leitores, apesar de ser uma realidade presente em muitos lares do mundo, infelizmente.

Ao fim do vídeo, a atriz deixa um alerta e diz que o trauma vai permanecer pelo resto da vida, mas que ela será forte o suficiente para superar a vivência.

"Quero que as estatísticas mudem e espero que contar minha história possa impedir que mais casos como esse aconteçam."

Chega ser emblemático que após tudo que passou, Melissa Benoist interprete a personagem Supergirl na TV.  Se você conhece alguém que é vítima de violência doméstica, ligue para 180.

A série Supergirl está em sua 5ª Temporada, originalmente transmitida pela CBS, passou para emissora CW, integrando o Arrowverse.

É Andre, sem acento mesmo. Adoro implicar com a Marvel, então já sabe, se ficar bravo é pior.

Você pode gostar também

0 comentários