Entrevista | Fernanda Crispim: a voz de Lana Lang, Fiona e muitos mais

abril 29, 2020

Foto: Fernanda Crispim
Dando continuidade a seção de entrevistas decidi garimpar esse mundo de dublagem e trazer mais curiosidades sobre as vozes que dão o sotaque brasileiro, em personagens marcantes da DC Comics. E é claro que isso dá margem para conhecermos, muito mais, as vozes que estamos tão acostumados em nossos personagens preferidos.

E, dessa vez, quem aceitou ceder uma entrevista exclusiva ao UMDCNAUTA.online, diretamente de Miami Beach (FL, Estados Unidos), foi a atriz e dubladora Fernanda Crispim. Responsável pelas vozes de: Lana Lang de "Smallville"; Brooke Davis de "One Tree Hill"; Claire Kyle de "Eu, a Patroa e as Crianças"; Tonya Rock de "Todo Mundo Odeia o Chris"; Princesa Fiona de "Shrek"; entre muitas outras, que também já tiveram o toque magistral de Fernanda.

Agora, é se ajeitar na cadeira, descer a barra de rolagem e aproveitar para conhecer um pouco mais sobre esse mundo de dublagem, com Fernanda Crispim.


ENTREVISTA

UMDCNAUTA: Há quanto tempo você dubla? Como você ingressou no mundo da dublagem?
FERNANDA CRISPIM: Eu dublo desde os 10 anos de idade, ou seja, há 34 anos... ou seja, entreguei a minha idade! RsRsRs
Comecei a minha carreira aos 9 anos de idade, atuando no Teatro Musical. Minha peça estava em temporada em um Teatro na Tijuca- RJ, bem próximo da Herbert Richers. Nesse tempo, eu estava começando uma oficina de Dublagem com o saudoso e incrível dublador "Newton Da Matta" (dublador do Bruce Willis) e foi lá onde tudo começou, e nunca mais parou! (Graças a Deus!).

UDCN: Você possui referências de dublagem, alguém que te inspire e admire?
FC: Newton da Matta foi minha inspiração e a Marisa Leal. Eu amava assistir quando ela estava dublando a Brenda de "Barrados no Baile"! E, também, a saudosa "Vera Miranda".

UDCN: A sua primeira dublagem, em filmes, foi em Superman IV, com o saudoso Christopher Reeve, no papel título. Como foi fazer seu primeiro trabalho de dublagem em um longa-metragem, numa produção tão importante para a cultura pop?
FC: AHHHH, eu nem podia acreditar!! Acho que fiquei dias sem conseguir dormir! rsrsr

UDCN: Quem acompanhava as séries no SBT, certamente, tem familiaridade com sua voz. Em Smallville, você dublou a personagem Lana Lang, paixão do adolescente Clark Kent. A personagem se popularizou muito com a série, tendo um forte apelo entre os fãs de Smallville. Você chegou a ter uma relação pessoal com a personagem? Alguma história que lhe marcou?
FC: Eu amava dublar a Lana Lang e amava fazer par romântico com meu irmão, Peterson Adriano! Eu me lembro que, uma vez, ela precisava gravar um comercial pra Neutrogena, em Português e Espanhol. Então, ela me pediu que gravasse um guia de voz pra ela, mas eu nunca vi esse comercial no ar, não sei se rolou. Mas foi a minha única experiência com ela. As histórias que me marcaram foram quando ela descobriu a identidade do Clark e quando ela ficou um pouco má. Eu amei pq ela era sempre muito boazinha!
* O comercial rolou, e para conferí-lo clique aqui.😊

UDCN: Você é a voz da Princesa Fiona (Shrek), aqui, no Brasil. Acompanho outros trabalhos seus, na parte de animação, como a personagem Abelha de "Os Jovens Titãs", da DC Comics. Existe uma diferença entre dublar animação e live-action? Algum tipo de preparação diferente para encarnar o personagem?
FC: Eu amo todos os meus personagens e procuro ser fiel à personalidade de cada um deles! Amo os games, narrações, eu amo tudo o que tem a ver com a minha profissão!!!Não exatamente, eu apenas olho a expressão dos olhos deles. Sempre digo que os olhos são o espelho da alma!

UDCN: Se pudesse ter um super poder, qual seria?
FC: Voar e ir pra onde eu quisesse!!
Ah!! E ter o poder de transformar o mundo em um lugar habitável e com mais amor! Mas Deus faz isso muito melhor do que eu, então tento apenas fazer a minha parte.

UDCN: Você também é diretora de dublagem. Qual é a real diferença entre dublar e dirigir o dublador? Qual dos dois você prefere e por quê?
FC: Eu amo dublar!! Eu também amo formar novos profissionais e gerar novos sonhos.  Mas, também, gosto de dirigir e me deliciar com a interpretação dos atores/dubladores.

UDCN: O Prêmio Yamato, intitulado como Oscar da Dublagem, sem dúvidas, é um dos maiores reconhecimentos que o profissional da dublagem pode ter. Como foi pra você receber o prêmio de Melhor Dubladora de Protagonista, com a voz da Princesa Fiona em Shrek para Sempre?
FC: Foi incrível porque além de ter sido por voto popular, eu só soube do prêmio depois que tinha ganho! Nesse tempo, eu não usava muito a internet, porque estava muito ocupada dividindo o meu tempo com meu trabalho de direção, a dublagem e com a criação dos meus 2 filhos que eram pequenos! Mas foi, com certeza, uma agradável e incrível surpresa, além de um lindo reconhecimento do meu trabalho. Me senti muito honrada!

UDCN: Você também é a voz da Claire (Eu, a Patroa e as Crianças) e Tonya (Todo Mundo Odeia o Chris), duas séries muito lembradas entre os brasileiros. Já houve alguma situação engraçada, justamente por ser dublagens de situações cômicas?
FC: Sim, sobre a Claire, eu coloquei no Junior (cabeção) todos os apelidos que meu irmão mais velho, André, me colocava!! Eu me lembro que meu irmão me chamava de "Cabeça de arrombar navio", porque minha mãe cortava meu cabelo igual ao boneco do playmobil. Eu, praticamente, me vinguei! heheh Sobre a Tonya eu ria muito com a frase "Ahhh, eu não preciso disso não!! Meu pai tem 2 empregos"!! hahahha

UDCN: Você tem uma vasta história com as novelas mexicanas. Qual delas que mais lhe marcou e por quê?
FC: Chispita, com certeza!! Porque foi a minha protagonista e foi o próprio Silvio Santos que escolheu o meu teste. Ele mesmo mandou uma carta pro saudoso Herbert Richers, dizendo que chorava com a minha interpretação. Eu era uma menina, então foi aí que eu me dei conta que estava no caminho certo!! Mas eu amo dublar novelas mexicanas!! Todas as minhas personagens estão na minha lembrança. Todas tem um lugar especial no meu coração. Eu também não posso deixar de mencionar o Jorge Del Salto de Carrossel, que foi a primeira novela e eu dublava um menino.

UDCN: Qual o tipo de produção você mais gosta de trabalhar: Animações, filmes, séries ou novelas? E por quê?
FC: TODAS!! Eu juro. Todas são um desafio diferente e apaixonante!

UDCN: A galera, hoje em dia, está aderindo mais à dublagem. Em vista do passado, produções dubladas estão ganhando mais apelo com um público maior. De modo geral, isso facilitou o reconhecimento da profissão tanto no mercado, quanto pelas pessoas?
FC: Sim claro! A internet, com certeza, ajudou! As pessoas sempre tiveram curiosidade de conhecer quem estava por trás das vozes de seus personagens favoritos e a internet permitiu isso. E quem nunca imitou as vozes dos dubladores? E quem nunca sonhou em ouvir sua voz no seu personagem favorito?

UDCN: Qual dica/conselho você daria para aquelas pessoas que têm interesse em investir na carreira de dublador?
FC: Eu sempre digo pros meus aluno: "Nunca desista dos seus sonhos'!! Invistam em interpretação, porque um filme bem dublado não é um filme bem sincronizado, apenas é, sim, um filme bem interpretado!! Precisamos passar a intenção correta, a emoção correta! Dublagem é uma profissão como qualquer outra, portanto, estudem, se dediquem!!
Fazer cursos de interpretação e técnicas de dublagem não é jogar dinheiro fora e sim um investimento!! Seja excelente!! Não seja medíocre!! Não faça qualquer jeito só pra ganhar dinheiro, isso é uma consequência!! Olhe para criação perfeita que você é e para o potencial que Deus colocou em Você. Deus não faz nada mais ou menos, seja melhor a cada dia! Você vai chegar lá!!
E seja ético, humilde e gentil. Faça tudo com muito amor!

Hoje, vocês puderam conhecer um pouco mais sobre o mundo da dublagem, através da entrevista com a queridíssima Fernanda Crispim. Se, assim como eu, vocês estão cada vez mais empolgados com esse universo de vozes fantásticas, sigam a Fernanda em suas redes e fiquem ligados no trabalho incrível que ela desenvolve por lá!

---------- FERNANDA CRISPIM NAS REDES: INSTAGRAM | FACEBOOK ----------

Ps: Fernanda saiu diretamente das páginas da Revista Caras para este bate-papo exclusivo. Não é uma honra tê-la neste site? 😂😂 Sucesso, Fernanda Crispim!

É Andre, sem acento mesmo. Adoro implicar com a Marvel, então já sabe, se ficar bravo é pior.

Você pode gostar também

14 comentários

  1. Curti bastante! Incrível como a voz dela original não se parece com as vozes dubladas, ela parece tão mais serena falando... Legal que nem ela tinha visto o comercial e você trouxe o vídeo, haha acho que ela vai amar quando vir (e tipo, dublado em espanhol, cara!!! Que foda!)

    Ri da parte da entrevista sobre os apelidos do Junior, manoooooo hahahahahahahahaha

    Ps: alguém avisa pra ela que ela não aparenta ter a idade que alega??? O.o'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os segredos da dublagem, ela deixa suas personagens tão únicas que consegue se distancia da voz real dela, achei da hora! Então quando ela começou a falar sobre a propaganda do Neutrogena eu fiquei "eu vi, eu vi esse comercial" hahahaha fui obrigado a mostrar, já que ela não tinha visto :) A reparação histórica com o lance da Claire e Jr foi demais! E sem dúvidas, ela parece mais jovem do que eu hahahahahaha

      Excluir
  2. Andre, a Fernanda é sensacional e fez um trabalho incrível como Brooke Davis e Lana Lang. Só Deus sabe o quanto eu amava essas séries e claro, comecei a assistir pelo SBT, então, conheci as personagens pela dublagem da Fê (olha a intimidade). E como a dublagem é diferente da voz dela não é!? Acredito que seja por causa das produções que devem fazer com o som para que ele fique bem nítido. E eu acho que eu vi esse comercial da Neutrogena... Muito bom conhecer a voz dos filmes e séries... principalmente, conhecer toda o trabalho e produção que tem por trás disso tudo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Fê foi a voz feminina das manhãs de domingo no SBT hahahaha fez história! Sim, ela consegue dar um toque único em suas personagens, o que distancia da voz real dela, a mágica e os segredos da dublagem! Deixei o link do comercial na entrevista :D Eu estou curtindo muito conhecer mais sobre esse mundão de dublagem!

      Excluir
  3. Nossa, eu nunca saberia que essas personagens possuem a msm dubladora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O legal é que você chega para entrevistar sobre uma personagem em específico, e descobre tantas outras que fica até dificil de ordenar tanta informação hahaha

      Excluir
  4. Parabéns pela entrevista, Andre! A Fernanda é uma profissional incrível, que merece todo o reconhecimento que tem e muito mais! E, por favor, faça uma parte 2 da entrevista pra ela contar onde é a fonte da juventude em que ela bebe hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela merece o mundão, baita profissional! E juro que também quero saber, pensando seriamente numa parte 2 dessa entrevista pra arrancar esse segredo da juventude dela hahahahahaha

      Excluir
  5. Ótima dubladora, e mereceu o prêmio na dublagem de Fiona!
    PArabéns pela Entrevista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Merecidíssimo mesmo! Com certeza mais prêmios virão para ela!! Obrigado Mil!

      Excluir
  6. Show de bola a entrevista. Me amarro em dublagem. Eu e meu irmão desde crianças curtimos esse trabalho. Particularmente eu tive mais contato com a voz dela com a personagem Keiko de Yu Yu Hakusho: "Yusukeeee!" kKKKK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O mais bacana é que todo mundo tem uma lembrança diferente com a voz da Fernanda, pra te ver a pluralidade de personagens que ela interpreta e faz bem!!

      Excluir
  7. Que incrível! Não tinha ideia que a Fernanda dublava tantos personagens assim!

    ResponderExcluir